A trajetória da brasileira Kenida Rosa é cheia de coragem, ousadia e sonhos. Aos 17 anos fez o curso de Jornalismo na Universidade do Triângulo Mineiro, no Brasil, e logo começou a trabalhar na profissão. Trabalhou como repórter, produtora, coordenadora e chefe de redação, mas, para sua surpresa, uma colega de trabalho, publicitária e empresária, percebeu que Kenida tinha um talento especial para cuidar da beleza das mulheres.

Na redação da televisão em que trabalhava, muitas vezes era Kenida que fazia a maquilhagem nas suas colegas e nos convidados dos programas televisivos. Além disso, fazia também o design das sobrancelhas.

“Eu adorava ajudar as maquilhadoras e profissionais da beleza que trabalhavam no camarim da televisão. Sempre fui muito observadora e, quando criança, gostava de ficar a olhar a minha mãe a arrumar-se para ir trabalhar. Era um momento mágico”, contou Kenida.

No entanto, não foi muito difícil passar das lembranças da infância para o mundo da beleza. O começo na área da estética veio após algumas conversas, tendo recebido o convite para trabalhar como técnica de laser, mediante um curso profissional na clínica de uma colega.

A partir daí, Kenida fez cursos profissionais na área e depois de algum tempo a trabalhar nas suas duas áreas de formação (jornalista e esteticista) optou por se dedicar integralmente à área da estética, tendo feito, inclusive, uma graduação em Biossegurança em Estética na Universidade Estadual de Goiás, com especialização em injetáveis.

 “Durante 12 anos tive uma clínica de estética em Goiânia (Brasil), na qual fazia trabalhos de limpeza de pele, microagulhamento facial, peelings, depilação a Laser, massagens de pós-operatório, redutora, botox facial e preenchimento com ácido hialurónico e a famosa harmonização facial. Foi um tempo de muito trabalho e muita aprendizagem também”, relembrou a esteticista.

Agora moradora da cidade portuguesa de Viseu, a jovem Kenida realizou o seu sonho e abriu o seu próprio espaço de beleza. 

“Após um ano e quatro meses de residência aqui, e mesmo no meio de uma pandemia, consegui abrir a minha clínica e realizo vários procedimentos faciais e corporais que valorizam a beleza das mulheres portuguesas e brasileiras e, assim que as fronteiras abrirem, eu vou ministrar cursos e atendimentos estéticos em toda a Europa, levando o meu conhecimento a todas as pessoas que gostam de cuidar de si”, finalizou Kenida Rosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *